Just Cate

Essa é a Cate que eu amo óh!
Cate-linda!

Capa Maio/2013

20130403-213253.jpg

Anúncios

1º Festival de Cinema Judaico de Curitiba

De 25 a 29 de setembro, Curitiba receberá pela primeira vez uma mostra do Festival de Cinema Judaico do Clube A Hebraica, de São Paulo.

Foram selecionados oito filmes premiados internacionalmente que serão exibidos no cinema do Shopping Novo Batel. São eles: Cinco dias sem Nora, Em Busca da Memória, Roube um Lápis para Mim, The Yankles, A Cinco Horas de Paris, Roman Polanski, Duas Senhoras e Por um de meus olhos.

Entre os destaques, o drama A Cinco Horas de Paris foi o melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Haifa 2009. O também premiado Cinco Dias sem Nora (melhor filme no Festival Internacional de Cinema Latino-Americano de Biarritz 2009; melhor filme no Festival de Cinema de Mar del Plata 2009; júri popular no Festival de Cinema de Miami; melhor diretor no Festival Internacional de Cinema de Moscou) é um drama mexicano que começa com o suicídio de Nora por uma overdose de comprimidos.

O festival é uma realização da Comunidade Israelita do Paraná, com apoio do Shopping Novo Batel, A Hebraica e Embaixada da França.

São Paulo já realiza o Festival há 14 edições e o objetivo é tornar a mostra anual também em Curitiba. 

Programação: 

25 de setembro, Sábado

20h30 – Cinco dias sem Nora 

26 de setembro, Domingo

16h – Roube um Lápis para mim

18h – Duas Senhoras

20h – The Yankles 

27 de setembro, Segunda-feira

18h – Duas Senhoras

20h – Roman Polanski 

28 de setembro, Terça-feira

18h – Por um de meus olhos

20h – A Cinco Horas de Paris 

29 de setembro, Quarta-feira

18h – Em Busca da Memória

20h – Cinco dias sem Nora 

Ingressos:

Segunda: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia)

Terça a quinta: R$ 13,00 (inteira) e R$ 6,50 (meia)

Sábado e domingo: R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia)

Cineplex Batel: Al. Dom Pedro II, 255 – Batel

Informações: (41) 3538-6272

Sinopses:  

A cinco horas de Paris

Hamesh Shaot me’Pariz/ Five Hours from Paris, Israel, 2009, 35 mm, 90 min., drama, cor, hebraico, com legendas em português

Direção | Leonid Prudovsky Festivais & Prêmios | Melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Haifa 2009 Elenco | Dror Keren, Elena Yaralova Sinopse | Yigal tem medo de aviões. Ele é chofer de taxi e deseja superar a fobia para acompanhar o filho Assafi para o bar-mitzvá em Paris. Todas as semanas ele vai à escola de música buscar o filho depois dos ensaios. Mas isso é um pretexto para se encontrar com Lina, a professora de música por quem está apaixonado. Mas ela é casada e se prepara para acompanhar o marido ao Canadá. 

Cinco dias sem Nora

Cinco Dias sin Nora/ Nora’s Will, México, 2008, 35 mm, 92 min., drama, cor, espanhol, com legendas em português

Direção | Mariana Chenillo Festivais & Prêmios | Melhor filme no Festival Internacional de Cinema Latino-Americano de Biarritz (2009); melhor filme no Festival de Cinema de Mar del Plata (2009); júri popular no Festival de Cinema de Miami; melhor diretor no Festival Internacional de Cinema de Moscou. Elenco | Silvia Mariscal, Fernado Luján, Juan Pablo Medina Sinopse | O filme começa com o suicídio de Nora por overdose de comprimidos. O ex-marido José, de quem ela está divorciada há vinte anos, entra em cena, descobre o corpo e aos poucos vai percebendo que a ex-mulher orquestrou detalhadamente a própria morte. Dona de um senso de humor macabro, ela até mesmo teve o cuidado de deixar instruções para o preparo de bolinhas de matzá e gefilte fish para a festa de Pessach. 

Duas Senhoras

Dans la Vie/Two Ladies (França, 2007).

De Philippe Faucon. em Cores. Duração 73′. Classificação etária 12 anos.

Tendo como pano de fundo a França de hoje, Selima (Sabrina Ben Abdallah) é uma jovem enfermeira árabe. Cansada dos comentários racistas que ouve diariamente, resolve trabalhar como enfermeira particular de Esther (Ariane Jacquot), judia e idosa.

Festivais | Festival de Cinema Judaico de Boston

Prêmios | Menção honrosa para Philippe Faucon e melhor atriz para Sabrina Ben Abdallah, Ariane Jacquot e Zohra Mouffok no Festival Internacional de Filmes de Amor de Mons (Bélgica) 

Em busca da Memória

Auf der Suche nach dem Gedächtnis/ In Search of Memory, Aelamanha, 2009, DVD, 96 min., documentário, cor, em alemão, inglês e ídiche, com legendas em português

Direção | Petra Seeger Sinopse | Em Busca da Memória mistura autobiografia e história para falar de um dos mais importantes neurocientistas do século 20  Eric Kandel, Prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina em 2010  e ilumina as descobertas científicas que ampliaram a compreensão do papel do cérebro no registro e preservação da memória. O documentário narra as experiências traumáticas da infância de Eric Kandel, em Viena durante a ocupação nazista, e os anos de formação como jovem imigrante em Nova York. 

Por um de Meus Olhos

Pour un seul de mes deux yeux (França, 2004).

Cores. Duração 100′. Classificação etária Livre.

Os mitos de Sansão e Massada ensinam aos jovens israelenses que a morte é preferível à dominação. No momento em que o governo israelense constrói o muro da separação, o cineasta israelense Avi Mograbi indaga-se sobre o conflito israelo-palestino, enquanto a segunda Intifada está no áuge, e establece um vínculo choquante entre este mito fundador para o israelenses e a situação desesperada do palestinos.

Seleção Hors Compétition no festival de Cannes 2005

Prêmio Especial do Jury no FID Marseille 2005

Seleção em Lussas 2005. 

Roman Polanski

Roman Polanski, Brasil, 2009, 52 min., documentário, cor, em português e inglês, com legendas em português

Direção | Ale Primo Festivais & Prêmios | Mostra Internacional de Cinema de São Paulo Sinopse | A vida e a obra do cineasta franco-polonês Roman Polanski, contada a partir da visita do diretor a São Paulo em 2004. O filme traz cenas de todos os filmes do diretor, de longas a curtas-metragens, incluindo os dois primeiros exercícios cinematográficos que realizou na Escola de Cinema de Lodz, na Polônia. Traz ainda textos de Marcelo Rubens Paiva e depoimentos de Caetano Veloso e Gilberto Gil e dos cineastas Cacá Diegues, Ugo Giorgetti e Hector Babenco. 

Roube um lápis para mim

Steal a Pencil for Me, Holanda, 2007, DVD, 97 min., documentário, cor, holandês e inglês, com legendas em português

Direção | Michèle Ohayon Elenco | Jack Polak, Ina Soep, Ellen Ten Damme, Jeroen Krabbe Sinopse | Como um triângulo amoroso se desenrolaria num campo de concentração? Esse tema delicado é tratado com muita sensibilidade pela diretora Michèle Ohayon. Jack Polak e Ina Soep se conheceram antes da guerra, mas ele era casado e ela vinha de uma rica família do ramo de diamantes. O documentário mostra Ina e Jack idosos e casados há mais de sessenta anos. Eles lembram como foi o reencontro de Ina, Jack e a mulher Manja, no campo de trânsito perto da aldeia holandesa de Westerbook e mais tarde Bergen-Belsen, onde morreu Anne Frank. O casal conta como mantiveram a acesa a paixão através da troca de cartas. 

The Yankles

The Yankles, EUA, 2009, 35 mm, 115 min., esporte, cor, inglês, com legendas em português

Direção | David R Brooks Festivais & Prêmios | Golden Award no Festival de Las Vegas 2010; Melhor Comédia no Intl. Family Festival 2010 ; Prêmio de Público no Festival de Palm Beach 2010 e Melhor Comédia no Festival Judaico de Los Angeles 2010 Elenco | Brian Wimmer, Kenneth Brown, Jesse Benet Sinopse | Charlie Jones é um ex-jogador de beisebol vítima de alcoolismo que foi sentenciado a prestar serviços comunitários. Rejeitado pela sociedade por causa do mal comportamento, para a felicidade e espanto de Charlie as únicas pessoas que o acolhem são os estudantes de uma ieshivá à procura de um treinador.

SATC2. A gente AMA!!

Gente, que delícia de filme!

Fresh, cool, leve e divertido!

Assisti hoje com meu amado amigo Tiago Pedri e uma galera do bem!

A gente amou!! Tipo, MUITO!! E Só não AMA quem não é fã da série!!

As meninas – eu as chamo assim, ok! Estão cada vez melhores! Tomara que ainda venham muitos filmes por aí!

Só não vamos comentar nada aqui, porque se você ainda não assistiu, vai perder a graça, né!

A gente AMA muito tudo isso!

p.s: Se não deu para notar, sou fã da série, dos filmes e de SJP, é claro!! Desde sempre…

Uma Vida Sem Cigarro: É a Glória

 

Gloria Pires, linda de viver!!

Gloria Pires, linda de viver!!

A atriz Glória Pires, que está de volta às telonas no filme “É proibido fumar”, conversou com a equipe “Sem Tabaco, 100% Fashion” sobre  ua experiência pessoal com o cigarro. Glória parou de fumar há 10 anos e, para interpretar a professora de violão solteirona Baby, usou cigarros sem nocotina para não correr o risco de recair.

“O que mais me agrada na experiência de ter parado de fumar é a sensação de liberdade, de não estar presa e dependente do cigarro. Além disso, tenho mais fôlego, mais disposição, sono e apetite melhor. A consciência de que o cigarro não me fazia bem, embora eu gostasse, foi tudo. Durante as filmagens não sofri, a não ser com a fumaça, que sempre foi desagradável para mim, mesmo quando era fumante. Sempre que me lembro que fumava, reafirmo o desejo de não recair.”

MAIS SOBRE O FILME

Baby (Gloria Pires) é uma professora de violão solteirona e solitária, que só encontra conforto no velho companheiro: o cigarro. Até que conhece Max (Paulo Miklos), um músico que ganha a vida como cantor de churrascaria. O casal se dá bem e Max só tem uma ressalva: será que dava para ela parar de fumar? “O cigarro parece meu amigo, mas é meu inimigo” vira o novo lema da professora de violão.

Este blog apoio o movimento “Sem Tabaco, 100% Fashion”