Constança Basto no Shopping Crystal

Fomos conferir a inauguração da primeira loja da designer Constança Basto em Curitiba, no Shopping Crystal. Já eramos clientes da loja em São Paulo, mais agora fica bem mais fácil conferir as maravilhas que essa designer muito fofa faz com muito carinho para nós meninas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Constança Basto – Shopping Crystal

Fotos Naideron Jr.

Anúncios

Constança Basto agora em Curitiba

Constança Basto! Uma loja que eu adoro e sempre frequentei no Shopping  Cidade Jardim em São Paulo, agora estréia no Shopping Crystal!

A sofisticada grife de sapatos femininos Constança Basto abre sua primeira loja no sul do país. A marca que também está em N.Y.C cativou estrelas como Nicole Kidman e Cameron Diaz, certamente também vai cativar você!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Constança Basto em breve no Shopping Crystal

Joalheria Brasileira. Um super livro!

Tive a felicidade de conhecer a gemóloga e designer de jóias Mariana Magtaz, no Fórum de Moda do Paraná. A querida Mariana é autora do livro “Joalheria Brasileira – do descobrimento ao século XX” uma obra (de arte!) que reúne trabalhos de talentosos designers de jóias nacionais, que ajudam a contar a história da joalheria do nosso país. Uma obra de arte genuinamente brasileira.

O livro fala do descobrimento do ouro no Brasil, em 1590.

É um livro lindo, desse que compramos para enfeitar a sala e possui fotos maravilhosas de jóias brasileiras, desde as primeiras peças produzidas a partir de 1600 até os dias de hoje. Além disso, é um livro de historia, que fala sobre a vinda da família Real ao Brasil, a corrida do ouro e início do desenvolvimento de nosso país.

Mariana contou algumas curiosidades, como: a embarcação Santa Rosa que afundou a caminho de Portugal com 26 toneladas de ouro e jamais foi localizada; no século 18/19 as jóias brasileiras eram feitas essencialmente de ouro e após a descoberta das pedras preciosas o ouro tornou-se apenas uma moldura para as pedras; no início de século 20 o dinheiro começou a mudar de mão por causa dos Barões do Café; ela nos falou ainda sobre o início das joalheiras no Brasil e o mais importante: depois de 500 anos somos auto-suficientes em ouro, pedra e design.

Enfim, tem uma infinidade de informações bacanas no livro que merece ser lido.

Vai aí uma dica de uma maneira deliciosa – por assim dizer, de aprender mais sobre a nossa história.

dsc03416

eu e a super simpática Mariana Magtaz, autora do livro

Aprenda a reconhecer uma bolsa falsa:

O site eBay se deu mal ao vender bolsas falsificadas da Louis Vuitton e foi processado por vender cópias como se fossem modelos autênticos. Mas o site britânico Female First pensou em algumas dicas para ajudar a descobrir se aquela bolsa é realmente uma oportunidade de compra, ou se é só mais uma entre as tantas réplicas bem feitas. Reproduzimos algumas aqui:

Material. As bolsas de grife são feitas com a melhor matéria-prima. Geralmente seu couro é macio e tem a mesma coloração em toda a peça.
Detalhes: Costuras com fios soltos, falhas e adornos de má qualidade são sinais de falsificação. As bolsas de grife passam por um rígido controle de qualidade e não saem da fábrica com defeito.

Logomarca: Confira de perto se a marca e a tipologia estão corretas. Apesar de algumas cópias beirarem a perfeição, há casos em que o logo entrega a armadilha. Na maioria das vezes, a logo é gravada em zíperes e fechos.
Procedência: Se a oferta é pela internet, procure saber quem está vendendo a bolsa – é bom verificar se a pessoa está vendendo outras do mesmo modelo. Aliás, a venda na internet de produtos de grife usados quase sempre é fria!

Zíper: Os zíperes das bolsas de grifes deslizam com facilidade, ou seja, não “enroscam”. Os zíperes das bolsas falsas sempre dão uma travadinha ao abrir/fechar a bolsa.

Alças: As alças de couro natural de bolsas como a Louis Vuitton são bem clarinhas quando novas e vão escurecendo com o tempo, ficando no tom caramelo e só pelo acabamento do couro das alças você já pode percebem se a bolsa é falsa ou não.

Metais: Os acabamentos em metal dourado ou prata das bolsas originais não descascam nem perdem a cor e o brilho. As bolsas falsas normalmente têm os zíperes, fechos e demais acessórios em metal numa coloração fosca que descasca com o passar do tempo. 

Dica importante: A bolsa, assim como os sapatos, deixou de ser um acessório, e virou peça chave na composição de um look. Por isso opte por uma bolsa legal, de couro legítimo, que certamente você vai acertar!

Se você não pode ou não quer investir em uma bolsa de grife, não use bolsas (roupas, óculos…) falsos. Isso prejudica muito a sua imagem e muitas vezes o que vemos nas ruas é uma mulher com um look muito legal e aquela bolsa falsa, que acaba com tudo!

Não pense que as pessoas não percebem. Percebem sim!

Bolsas originais:

 

observe a qualidade do acabamento

 

 

um dos modelos mais falsificados da marca

A garantia de comprar um produto orginal é escolher as lojas próprias.

Camisetas engraçadas a preços camaradas

Sabe aquelas camisetas cool, com frases engraçadíssimas, que a gente só acha em lojas estrangeiras? Pois bem, a Hering acaba de aderir à moda, portanto já temos a versão made in Brasil. As frases continuam em inglês, mas tudo bem – porque aí as sentenças mais “ousadinhas” não chamam tanta atenção na rua! 

A linha da Hering conta com camisetas e moletons com frases divertidíssimas. Que tal sair por aí com uma t-shirt com os dizeres “Tem inteligência por trás da minha beleza” ou “Bombas matam homens, mentiras matam garotas”? A coleção já está nas lojas – as camisetas custam cerca de R$ 40, enquanto os moletons saem por volta de R$ 50.

Falando em t-shirts engraçadinhas, o site Rumplohttp://rumplo.com/ – funciona de forma colaborativa, com artistas de vários cantos do mundo. Criou uma camiseta? Disponibilize no site – se for bem aceita, a Uniqlo pode até reproduzir e vender. Lá também tem uns modelos muito engraçados, que saem por cerca de R$ 30 (sem frete).

Confira opções de camisetas da Hering e do Rumplo na galeria!

Serviço
Hering
SAC 0800-473 114

Não esqueça da echarpe!

Por Cintia Castaldi

 

Já que o inverno chegou vamos usar acessórios típicos da estação. E hoje falamos de um em especial: a echarpe, podendo ter as variações de lenços, cachecóis e pashminas.

Segundo Caca Garcia, estilista da Pelu: “A echarpe é o acessório da estação: esquenta e faz uma moldura para o rosto”

 

Meninas, corram comprar as suas!

Segue algumas opções de uso – chiques e criativas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 p.s: para os homens está valendo os cachecóis!

Minha Dica: não exagerem nos brincos para não ficar com visual poluído!

Kelly da Hermès

O site da Hermès agora é também interativo.

Qualquer um que entra na página pode ter uma bolsa Kelly – uma das mais conhecidas da marca. Você faz o donwload do mimo desejo e pinta e borda. Isso mesmo, você customiza as bolsas do jeito que quiser.

No site, você pode baixar a Kelly em branco e usar a criatividade e fazer sua própria estampa ou usar umas das disponíveis. Diversão sem fila de espera – e muito mais em conta). http://www.hermes.com/index_us.html para brincar.

 

 

 

Bolsas grandes e coloridas invadem inverno 2008

Elas chegaram no verão, mas quem achou que as bolsas grandes e coloridas estavam fadadas ao fracasso no inverno estava muito enganada. Diferente das versões da estação quente, em cores vibrantes e brilhantes, as da estação fria, chegam opacas. As cores eleitas pelas famosas, são o vermelho, uma das preferidas, o amarelo, o azul, o rosa e o lilás, mas também vemos versões em verde e laranja, menos comuns.

Para usar, vale tudo, desde combinar a bolsa com cores da estampa da sua roupa, até ousar e usar com roupas de outro tom. Não quer errar? Invista em peças neutras, que ganham mais vida quando acompanhadas por um acessório grande e colorido.

Dica de estilo: antes de comprar, olhe-se bem no espelho com a bolsa, observe se o tamanho da bolsa está proporcional ao seu tamanho, ou seja, quanto mais alta a mulher maior poderá ser a bolsa. E você estiver muito acima do peso bolsa muito grande também não fica legal! Lembre-se que sempre deve haver harmonia e bom senso.

Você tem alguma dúvida sobre essa matéria? Sobre o tamanho ou cores das bolsas?

Deixe aqui o seu comentário!