Seu filho cumprimenta?

Pergunta básica? Seu filho cumprimenta as pessoas? Dá oi quando chega e se despede ao partir? Tenho observado que muitas crianças não fazem isso, não dão a menor importância a isso, a não ser que seja um amiguinho muito próximo ou familiares muitos próximos, como os avós, e olha lá. e o pior: os pais não se importam.

O cumprimento é a primeira coisa que fazemos ao chegar em um lugar, e devemos sim cumprimentar a todos quando chegamos. Quando são poucas pessoas em eventos sociais – considerando os locais que as crianças frequentam, como aniversários e almoços de família, cumprimentamos cada um com um beijo e as vezes um abraço, e se forem muitas pessoas podemos fazer um cumprimento coletivo, como dar um “oi” geral, ou bom dia/boa noite.

Isso faz parte da educação básica e deve começar desde cedo, desde muito cedo. Como é que depois os pais muitas vezes reclamam que seu filho não pede por favor, com licença e nem desculpe se o pequeno nem mesmo cumprimenta as pessoas? É como colocar o carro na frente dos bois, comece do começo, fazendo com que aprendam a cumprimentar primeiro – e isso independe da timidez de cada um, é só um simples cumprimento, e faz toda a diferença! Você só tem a ganhar com isso: vai receber muitos elogios pela educação de suas crianças.

Se tiver tempo, clica no link abaixo e dá uma lida ali também!

Por favor, obrigada! Peço com carinho!!  Aqui óh: O modo francês de educar os filhos

Recomendo muito!

criança cumprimenta

Imagem fonte: internet

Batizado. Sobre a escolhas dos padrinhos

Respondendo uma pergunta que muitas grávidas tem feito ultimamente, e tudo que parece de utilidade pública eu publico aqui:

Quando vou escolher quem vai batizar meu filho, eles tem que ser casados? Fica chato convidar só um dos dois, separando o casal?

Sim, fica muito chato.

Claro que o filho é seu e você convida quem quiser para batizar, assim como convida quem quiser para frequentar sua casa, porém quando se trata de casal casado (mesma coisa se moram juntos) sempre fica deselegante convidar apenas um dos dois, lembrando ainda que o padrinho ou madrinha escolhido fará par com outra pessoa, que talvez também tenha um cônjuge (e o cônjuge não escolhido, o menos importante, fica lá, de lado, só olhando). (Cito como sendo menos importante porque se você tivesse a mesma consideração e amor pelos dois, teria convidado o casal, certo? É o que parece)

Então, se você vai se casar e está escolhendo os padrinhos do seu casamento ou está escolhendo os padrinhos para batizar seu filho, pense muito bem e com carinho, evitando mesmo separar os casais.

Namorados

Quando o casal namora faz pouco tempo, e você talvez mal conheça o namorado ou namorada dos seus amigos, tudo bem. Ainda assim é chato, mas pode-se compreender que amanhã ou depois o casal termine o relacionamento, se afaste e tudo mais aquilo que você já sabe.

Quando os amigos solteiros não se conhecem

Em caso de batizado, sugiro agendar um jantar ou café para apresentá-los, evitando assim que se conheçam somente na hora da cerimônia do batismo, até mesmo por se tratar de uma cerimônia íntima e bem familiar.

Quando é casamento não tem problema o casal de padrinhos que são solteiros se conhecerem apenas no dia do casamento, na porta da igreja.

Boa festa!

anjo

Comportamento à Mesa

Semana passada realizamos todos os dias aulas de postura à mesa, prática e teórica.

Se quando você recebe um convite para um jantar ou almoço fica com alguma dúvida, desde sobre como se vestir para a ocasião ou se leva ou não algum presente para o anfitrião – e qual presente levar? Nos contacte! Será um prazer atendê-lo, almoçar ou jantar com você e sanar todas as suas dúvidas.

Aulas em grupo ou particular.

20140528-130450-47090739.jpg

Aula prática de Comportamento à Mesa realizada no Vin Bistro