BAZAR LAFORT. Absolutamente Imperdível!

Meninas, marquem na agenda e se preparem!

Dia: 20 e 21, 27 e 28 de novembro

Horário: Sábados das 09:00 às 19:00

Domingos das 10:00 às 18:00 horas

Onde: LAFORT da Rua da 24 de Maio, 1550, Rebouças

Esse bazer é de longe o melhor da cidade e acontece duas vezes por ano, porém, eu recomendo: vá sozinha, com muito tempo e disposição, senão você fica louca em meio a um mar de roupas……delícia!! Enjoy!!

Liquidação. E agora?

Nesta semana começa oficialmente a tão esperada liquidação em todos os shoppings da cidade.

Não existe fórmula secreta para nada nesta vida, mas segue aqui algumas dicas pra que você não compre tudo o que vê pela frente e passe o inverno pagando as contas do verão….

  • “Quem não sabe o que procura não vê o que encontra” já diz o ditado. Antes de sair de casa pra comprar, dê uma geral nos seus armários e super avalie o que você precisa, de verdade;
  • Tenha uma noção do que você pode gastar, porque logo logo as lojas começam a oferecer roupas de inverno, botas… e provavelmente você não vai deixar este inverno passar sem comprar nada de novo;
  • Não se empolgue assim: “estava muito barato, não pude deixar de comprar”. Comprar e não usar é prejuízo. Roupa bem comprada é investimento, porque isso COMPRAR exige tempo, atenção e paciência;
  • Não vá em todos os shoppings e lojas. Procure  ir à lugares que super tem a ver com você. Lojas/marcas com as quais você se identifica, ama!
  • Serviu bem??? Não vá comprar coisas maiores ou menores do você! Se não tem do seu tamanho, paciência, não era pra ser!
  • Não pode comprar?? Tem coisas demais?? Não tem dinheiro?? Nem vá ao shopping pra não cair em tentação. Ficar longe nessas épocas ajuda muito!!
  • Mais importante: Sempre existirá a liquidação. Daqui a seis meses tem de novo.
  • Quem sabe você nem precisa comprar nada agora, porque está com coisas sobrando no armário, então deixe pra comprar em outra oportunidade.

Você tem que comprar porque precisa e/ou porque  AMOU muito o que encontrou, e não só porque estava liquidando!

As vezes é mais legal investir o dinheiro em outras coisas! Vá ao cinema, compre um livro, saia pra jantar com os amigos… é melhor do que ter um armário cheiooo de roupas que nem são usadas!

Você tem outras dúvidas?? Pergunte,  fale com a gente! 

Também no no Twitter.

Se vestindo de acordo!

Eliane escreveu porque tem problemas de adaptação no local onde mora atualmente. Não se veste de acordo……

 

Prezada Eliane!

Procure prestar atenção nos costumes locais e não ser muito diferente dele.

Por exemplo, eu moro em Curitiba, e quando vou à São Paulo, nos Jardins, vejo algumas mulheres lindas e bem vestidas, mas com algumas roupas e acessórios que aqui em Curitiba não ficaria bem, porque as pessoas são mais conservadoras, então não posso parecer muitooo moderna, entendeu?

 

É a mesma coisa que acontece quando começamos em um emprego novo, não podemos destoar muito da maioria, ser “o diferente”, porque provavelmente não seremos aceitos no grupo. Essas são aquelas normas implícitas, que existem, mas que ninguém vem nos dizer como funciona.

 

Procure se adaptar ao local e freqüentar lojas da cidade, prestar atenção em revistas e vitrines daí.

Não precisa virar uma nativa (pessoa natural da terra), só não pode ser tão diferente delas para ser aceita, ok!

Depois disso será difícil que você não acerte!

 

Sabe a Carrie, do seriado Sexy and the City?

Ela também não seria bem vestida se viesse morar aqui no Brasil, e estilo dela é bem fashionista novaiorquino, lá pode ser chique, aqui, nem sempre!

Espero ter ajudado!

Roupas para o trabalho

Matéria super legal sobre roupas no trabalho! Vale a pena ler!

Qual é seu uniforme de trabalho? Se você pensou na calça básica de alfaiataria, camisa branca e terninho está na hora de você se libertar. Mesmo nos ambientes mais formais, é possível ser diferente e fazer justiça à sua personalidade com apenas alguns toques de estilo.  

Por Juliana Reginato

Em primeiro lugar, o ambiente de trabalho define até onde se pode ousar. Pessoas que trabalham com criação podem investir num visual mais despojado, abusando de cores e formas, dentro do bom senso de cada um. Já as profissões da área financeira ou jurídica precisam transmitir uma imagem de solidez e segurança, por isso, as roupas devem ser mais tradicionais. Qualquer que seja a profissão, evite decotes ou roupas muito abertas. 

A professora de moda Suzy Okamoto explica que o guarda-roupa de trabalho deve ter uma “ousadia discreta”, sempre se aproximando do estilo da pessoa sem criar um personagem. Para que isso aconteça, não pode haver regras rígidas: o pretinho básico, por exemplo, não serve para todos.  

Cores e texturas ajudam a sair da mesmice: experimente combinar as peças que você já tem com uma jaqueta diferente ou uma camisa estampada (prefira estampas pequenas, são mais fáceis de combinar). O resultado pode surpreender.  

Não quer arriscar tanto? Aposte nos acessórios!  Uma bolsa, um sapato ou um lenço podem mudar completamente o visual, e não é preciso combinar tudo no mesmo tom. Aliás, não é por acaso que as vitrines estão recheadas de sapatos coloridos: brinque à vontade! Mas tenha cuidado para não exagerar. Cintos grandes, colares chamativos, pulseiras, bolsas enormes: um de cada vez. Guarde suas armas, porque haverá bastante tempo para mostrá-las depois. 

A calça de alfaiataria, a camisa branca, a saia clássica e o terninho podem continuar no armário: são peças-chave. A idéia é misturar o tradicional com elementos novos, e descobrir outras faces daquela camisa branca. O importante destaca a professora, é sempre preferir bons tecidos, que caiam bem no corpo e tenham um ótimo acabamento. Assim, você estará sempre elegante e terá mais chances de acertar no look.

 

Pequenos detalhes que detonam a sua imagem

Por Cintia Castaldi

Falaremos hoje um pouquinho da sua aparência. Sem comentar sobre suas roupas, sapatos, ou qualquer outro tipo de acessório.

Alguns cuidados básicos que podem fazer toda a diferença no seu dia-a-dia, seja em sua vida social ou, principalmente, no trabalho. 

Apesar da beleza natural Ana Paula Arósio e Grazi Massafera sempre tomam os devidos cuidados com a aparência.   

Unhas

Homens e mulheres: nossas unhas estão sempre à mostra. Raramente você não verá as unhas das pessoas com quem tem contato e o mesmo serve para as suas. É quase impossível esconder as unhas, então vamos lá: é importante sim fazer as unhas uma vez por semana e para os homens o ideal é a cada duas ou três semanas.

Mas se você detesta, não tem tempo ou qualquer outra desculpa que seja, então mantenha as unhas bem cortadas, bem lixadas e sempre muito limpas. É o mínimo que se espera de alguém, sejam amigos em encontros sociais ou, principalmente, eventos ou reuniões de negócios.

Importante: quem tem a pele das mãos muito seca devem ter por perto um creme específico para essa região. Deixe um no seu banheiro e outro na gaveta do seu escritório e use sempre que necessário. 

Sobrancelhas

As sobrancelhas dizem muito a respeito de nossa personalidade.

É importante retirar os excessos de pelos que estão fora do contorno de nossas sobrancelhas. Isso é possível de se fazer em casa, porém a cada dois meses – no máximo! recomendo ir até um salão procurar ajuda de um profissional para que ele mantenha o formato/desenho ideal das suas sobrancelhas.

Homens que tem muitas falhas na sobrancelhas, sobrancelhas muito juntas ou carregadas também podem procurar profissionais para fazer um pequeno reparo. Não tem nada de errado nisso. Ou vocês pensam que todos os galãs das novelas nasceram com aquelas lindas sobrancelhas?

Dica importante: Cuidado com o profissional que escolher! Algumas profissionais tiram demais as sobrancelhas das clientes! E outras usam a navalha para fazer acabamento, aí seu pelo vai nascer mais grosso.

Segue aqui a sugestão de duas profissionais super queridas e confiáveis:

Em Curitiba: Expert Park Shopping Barigui – procure a Shirley

Em Campo Largo: no Camaleão – procure a Evelise 

Bigode

Mulheres que tem o “buço” também chamado bigodinho à amostra devem retirá-lo. O ideal é no salão com cera quente para que afine e diminua a sua quantidade com o passar do tempo.

Se você nunca retirou o bigodinho e ele é quase invísivel, NÃO mexa! Senão depois terá que tirá-lo para o resto da vida! 

Cabelo

“O cabelo é como a roupa que a gente veste todos os dias. É nosso cartão de visitas e revela quem somos: personalidade, estilo de vida e até o jeito de encarar o mundo. Por isso, tem que ser bonito e bem cuidado.” Cristiana Arcangeli 

O cabelo como certeza diz muito sobre a nossa personalidade. A cada época de nossa vida temos um corte de cabelo e um penteado que diz muito sobre o momento que estamos vivendo.

Muitas vezes vemos pessoas que não se importam muito em arrumar ou cuidar dos cabelos. Às vezes as pessoas colocam roupas e acessórios bacanas, mas quando olhamos os cabelos… vai tudo por água abaixo!

Por isso é importante investir em um bom corte, manter a cor em dia, as pontas aparadas e os fios hidratados.

Hoje não existe desculpa para sair descabelada pela rua. Existem diversos tipos de escovas, de marcas conceituadas, como da L’oreal e da Wella, que podem reduzir o volume, alisar ou somente “domar” os cabelos rebeldes.

Aquele estilo natural é só para quem tem cabelos lindos, saudáveis e domados. O que normalmente não é o caso. 

Rosto

O que vejo em muitas empresas hoje em dia: as empresas investem em uniformes bonitos, como garantia que o funcionário estará em ordem no dia-a-dia e muitas – mas muitas vezes mesmo! as mulheres vão trabalhar da cara lavada. Aí foi por água abaixo o investimento da empresa em uniformes. 

Rosto lavado é sinal de desleixo para com os seus clientes e colegas de trabalho.

Tem que passar SIM alguma coisa no rosto. O único lugar em que podemos ficar muito a vontade é na praia e em nossa casa, ou caso você não seja uma profissional de educação física vai ter que levantar cinco minutinhos mais cedo para pelo menos passar um pó de arroz no rosto, um lápis e um rímel nos olhos.

Homens e mulheres devem consultar um bom dermatologista de vez em quando (o profissional é quem vai dizer de quanto em quanto tempo você deverá retornar) e cuidar da pele todos os dias! É muito mais fácil e mais barato do que recorrer à cirurgia plástica, correr o risco de ficar torta ou super esticada. Vai dizer que você não vê sempre nas ruas mulheres com cara de estátuas em museu de cera?

Dica: Para quem mora em Curitiba posso indicar alguns excelentes profissionais! Me contacte!